Sorteio determina distribuição de 2049 unidades do Macapaba II; veja a lista

Depois de passar a vida inteira morando em diferentes endereços, nas residências dos quatro filhos, a aposentada Hilda Silva, de 74 anos, vai experimentar pela primeira vez a sensação morar na casa própria. Ela foi uma das 2049 chefes de família contempladas no sorteio eletrônico que definiu como será a ocupação da segunda etapa do Conjunto Macapaba – empreendimento do Programa de Habitação Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, com execução e contrapartida do Governo do Amapá.

A etapa ocorreu nesta terça-feira, 27, no auditório da Caixa Econômica Federal (CEF), na agência do bairro Buritizal, zona sul de Macapá. Além de representantes da instituição e do Governo do Amapá, membros de todas os segmentos dos selecionados aptos ao procedimento, como pessoas com deficiência, idosos e de áreas de sinistro, acompanharam o procedimento.

Há dois anos residindo na palafita de um dos filhos, numa área alagada do bairro Congós, Hilma estava ansiosa pelo sorteio, principalmente depois que escorregou e caiu duas vezes na madeira molhada da ponte que dá acesso ao atual endereço.

“Quando eu caí e me machuquei, pedi pra Deus: ‘Senhor, me ajude a ter o meu lar na terra firme’. Nunca fiquei desabrigada, porque os meus filhos, graças a Deus, sempre me ajudaram. Mas não era a mesma coisa que quando a gente tem o lar da gente, não é mesmo? Meu coração bateu forte quando vi meu nome no sorteio. Estou muito feliz”, descreveu a aposentada.

Outro coração que bateu forte foi da autônoma Jocileide Pantoja. Ela é uma das vítimas do incêndio que queimou mais de 300 residências em 2013, no bairro Perpétuo Socorro. Desde então, ela e sua família moram com ajuda do aluguel social, pago pelo governo do Estado.

“Ainda não entrei lá, mas já sei que o apartamento tem dois quartos, sala e cozinha. Teremos mais espaço para viver melhor, pois onde estamos hoje é muito apertado. É uma alegria muito grande, depois de tanto tempo e da tragédia que aconteceu com a gente, pelo sofrimento que a gente passou, ter a nossa casa própria outra vez é uma alegria imensa. Só tenho a agradecer a todos que conduziram o processo e ao governo, que reconheceu a nossa situação”, disse a autônoma.

A secretária de Inclusão e Mobilização Social do Estado (SIMS), Nazaré Farias, frisou que, a data para entrega das chaves ainda não foi definida, e os sorteados ainda têm novas etapas a cumprir antes da inauguração. Os beneficiários devem ficar atentos, destacou ela, aos chamados da SIMS e Caixa Econômica.

“Nós estaremos divulgando nos próximos dias as datas para as vistorias dos beneficiários nas unidades. Depois disso, ainda teremos as fases de assinatura do contrato e entrega das chaves. Portanto, os sorteados devem ficar em alerta para os avisos”, enfatizou a secretária.

A lista com os nomes dos sorteados, com os endereços respectivos das novas moradias, está disponível nas unidades do Super Fácil, da SIMS, e no Portal do Governo do Estado (www.ap.gov.br).

 

O sorteio

O sorteio desta terça-feira definiu os proprietários de 2049 das 2218 unidades habitacionais do Macapaba II. A ocupação do restante dos apartamentos será definida em outro sorteio eletrônico, do qual participarão os nomes considerados deferidos após a análise recursal da lista de inaptos divulgada na semana anterior, além de outros concorrentes, oriundos de demanda de decisões judiciais, que terão dossiês analisados pela CEF.

De acordo com o superintendente Regional da Caixa Econômica Federal no Amapá, Ederson Negri, o procedimento foi feito pelo aplicativo do Programa Minha Casa, Minha Vida. O mecanismo foi desenvolvido especialmente para distribuir as unidades habitacionais do programa em todo o país.

A programação da ferramenta obedece a ordem de prioridade estabelecida nas regras do Minha Casa, Minha Vida. Primeiramente, foram sorteados casas e apartamentos no térreo para o grupo dos Portadores de Necessidades Especiais, 126 da lista de 2049. Em seguida, o grupo dos idosos, com 171 pessoas. Depois, a distribuição eletrônica ocorreu para o restante da lista.

“Foi um programa desenvolvido para garantir a legitimidade dos sorteios. Nós sempre convidamos membros de instituições como Ministérios Públicos Federal e Estadual, Justiça Federal, representantes dos beneficiários, tudo para dar mais transparência nesta etapa operacional”, explicou o superintendente.

 Veja AQUI a lista de sorteados